domingo, 17 de outubro de 2010

Cigarro pensador

há males que vêm por bem
e bens que vêm por mal?
esses são típicos na minha vida
talvez por ser convencida
ao achar-me invencível
forte, fria, superior...
ganhava o baile de máscaras...
sim,
sou um autentico animal
com estratégias de defesa
para o instinto canibal
é fatalidade da natureza,
mudo de cor
adapto-me ao meio,
digo que adoro
mas na verdade odeio
escondo-me...
camuflagem
torno-me invisível
na esperança de ter vantagem,
sou um camaleão
sigo o impulso natural
e ignoro a razão.
o que faz pior
sabe tão bem...
o que me alimenta
destrói-me,
estou a consumir-me
estou a vir-me,
é como um cigarro
que mundo bizarro.
faço promessas
quando estou loucamente feliz
tomo decisões
quando estou loucamente louca
que mundo de emoções
que raça contraditória,
que eterna luta
sem derrota e sem vitória.
o que é o amor?
sentimento?
ou táctica de sobrevivência?
Acredito que é submisso
mas não na sua inocência.