sábado, 26 de novembro de 2011

Fly

Não há sitio onde verter este amor
Não tenho ninguém onde por,
o sol é escasso de luz
o céu perdeu a cor.
carrego sozinha este peso
não tem nome, porque te implica
se não estás ele não fica
quero te dar este amor.
Sem ti, tudo perde o sentido
o que me enche não é amor
é apenas um espaço protegido
por isso vem e solta-o,
arranca-o de mim
dá-me liberdade
porque enquanto for assim
chamo-lhe apenas saudade.
Sem ti, nada tem lógica
o dinheiro não tem valor,
juntos somos tudo,
vem e dá-me o teu amor.
contigo, sou eu
o espaço é preenchido
torna-se um lugar meu e teu,
agora é apenas uma prisão
que me consome dia após dia
torna-me presa do coração.
contigo, eu sei mais
sou grande e melhor
sou uma criatura de inspiração,
vamos fazer este grande amor
vem e dá-me o teu coração.